Conheça nosso canal no Youtube
Receita de Vovó
Imagem não carregada
.

Participe gratuitamente da nossa comunidade.

Fechar

Cadastrar pelo Facebook

Entrar no Receita de Vovó.

Fechar

Entrar pelo Facebook

Será enviada uma nova senha.

Fechar

Dieta Low carb

A não ser que você more em Marte você já deve ter ouvido falar da dieta low-carb. Atualmente com diversos adeptos, essa dieta limita os carboidratos consumidos- como os encontrados em grãos, vegetais e frutas - e enfatiza alimentos ricos em proteínas e gorduras.

 
Estudos mostram que as dietas com baixo teor de carboidratos resultam em perda de peso corporal bem como na melhora da saúde de seus adeptos. Quase todos conhecem alguém que a experimentou e obteve sucesso na perda de peso. Mas como exatamente essa dieta funciona?
 
Bem, existem diversos tipos de dietas com baixo teor de carboidratos. Cada uma delas tem diferentes restrições sobre os tipos e quantidades de carboidratos que você pode consumir, porém, de forma geral, em todas elas você come menos carboidratos e uma maior proporção de gordura. Isso também pode ser chamado de dieta cetogênica.
 
Durante anos nos foi dito que a gordura é prejudicial para a nossa saúde. Entretanto, os produtos considerados “lights” com baixo teor de gordura, muitas vezes cheios de açúcar, inundaram prateleiras de supermercados.
 
Estudos recentes mostram que não há motivo para temer as gorduras naturais. A gordura pode ser sua amiga e eis aqui o porquê: Em uma dieta baixa em carboidratos, você minimiza a ingestão de açúcar e amidos. Você pode comer outros alimentos deliciosos até ficar satisfeito - e ainda assim perder peso.
 
Como funciona?
Quando você evita o açúcar e os amidos, seu açúcar no sangue se estabiliza e os níveis de hormônio de armazenamento de gordura diminuem a insulina. Isso aumenta a queima de gordura e faz você se sentir mais saciado, reduzindo a ingestão de alimentos o que causa a perda de peso.
 
Estudos comprovam que uma dieta baixa em carboidratos torna mais fácil a perda de peso e o controle do açúcar no sangue, entre diversos outros benefícios.

 
Como começar?
Na dieta low-carb você deve comer: Carne, peixe, ovos, vegetais que crescem acima do solo e gorduras naturais (como manteiga).
Porém é preciso evitar: Açúcar e alimentos com fécula (como pão, macarrão, arroz, feijão e batatas).
É importante lembrar que você pode comer até ficar satisfeito. É simples assim. Não é preciso contar calorias ou pesar seus alimentos como eu outras dietas. E apenas esqueça produtos produzidos industrialmente com baixo teor de gordura.
 
Quem não deve fazer uma dieta low-carb?
 
A maioria das pessoas pode com segurança iniciar qualquer tipo de dieta baixa em carboidratos imediatamente. Mas existem três grupos de pessoas que devem tomar cuidado extra:
• Pessoas que tomam medicação para diabetes ou para insulina;
• Pessoas que tomam medicação para pressão alta;
• Mães que ainda estão amamentando;
 
Caso você não esteja em nenhum desses grupos, você é bom candidato para a dieta. De qualquer forma é sempre bom consultar um médico e verificar se você pode iniciar uma nova dieta.
 
Atenção para as bebidas.
 
Você já pensou que algumas bebidas que você consome podem ter carboidrato? A água é perfeita aliada em qualquer dieta, e nesse caso, o café ou o chá também estão liberados, tudo sem açúcar, é claro. Uma quantidade modesta de leite também pode ser consumida. Porém, tome cuidado com as bebidas alcoólicas pois podem ter grande quantidade de carboidratos, como é o caso da cerveja. Uma taça de vinho, no entanto, pode ser consumida ocasionalmente.
 
Outros benefícios:
A grande maioria das pessoas começa a comer menos carboidratos com a finalidade de perder peso, no entanto, a razão pela qual muitas pessoas continuam a dieta low-carb é por seus outros benefícios a saúde como:
 
Inverter tipo 2 diabetes
As dietas baixas em carboidratos podem normalizar o açúcar no sangue e, portanto, potencialmente reverter a diabetes tipo 2. O baixo teor de carboidratos também pode ser muito útil no controle do diabetes tipo 1
 
Acalma seu estômago
O baixo teor de carboidratos pode resultar em estômago mais calmo, com menos (ou nenhum) gás, menos cãibras e dores, etc.
Para algumas pessoas, este é o principal benefício, e geralmente leva apenas um ou dois dias para perceber seus benefícios.
 
Reduz a vontade de comer açúcar
Você está lutando para ficar longe de alimentos doces, mesmo que você tente comê-los em moderação? A dieta low-carb geralmente reduz e pode até vir a eliminar aquela vontade doida de comer um doce.
 
Riscos
 
Alguns especialistas levantaram a preocupação com dietas ricas em proteínas e baixas em carboidratos como:
 
Colesterol alto: Algumas fontes de proteína - como cortes gordurosos de carne, produtos lácteos inteiros e outros alimentos com alto teor de gordura - podem aumentar o colesterol, aumentando suas chances de doença cardíaca. No entanto, os estudos mostraram que as pessoas que fizeram a dieta low-carb por até 2 anos realmente diminuíram os níveis de colesterol "ruins".
 
Problemas renais: Se você tem problemas renais, comer muita proteína coloca pressão sobre seus rins. Isso pode piorar a função renal.
 
Osteoporose e cálculos renais: Quando você está em uma dieta rica em proteínas, você pode urinar mais cálcio do que o normal. Há relatórios contraditórios, mas alguns especialistas acham que isso poderia tornar a osteoporose e os cálculos renais mais prováveis.
 
Fontes:
http://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa0708681
http://annals.org/aim/article/1900694/effects-low-carbohydrate-low-fat-diets-randomized-trial
http://www.webmd.com/diet/guide/high-protein-low-carbohydrate-diets

Outras Dicas

Envie um comentário

Dê sua nota

Comentários (0)

Esta dica ainda não tem comentários. Seja o primeiro a comentar.

Vídeos

Mais receitas

Compartilhe

Subir Voltar

Copyright © 2017 - Receita de Vovó

Desenvolvido por: SIAMEL SOFTWARES